29 de ago de 2014

Fale de amor. Se for preciso, use palavras!


Fale de amor
Jorge Camargo

Fale de amor
No espelho d'água de seus olhos
Abra os portais de seu abraço
Se for preciso, use palavras

Fale de amor
Trocando os sons pelo silêncio
Tornando voz em gesto e atos
Se for preciso, use palavras

Proclame a vida
Em seu singelo esplendor
Cantando ao vento
A música do seu amor

Fale de amor
Livre de amarras e de pesos
Com suas lágrimas, sorrisos
E se for preciso, use palavras

O sol, a lua e as estrelas
Mulheres, homens e animais
Imanados na riqueza
Suprema que é viver em paz

Proclamem a vida
Em seu singelo esplendor
Cantando ao vento
A música do seu amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário