18 de nov de 2013

Boa reflexão!


Evangelho de hoje: Mt 14,22-33


Jesus [...] subiu à montanha para orar na solidão. [...] Entretanto, já a boa distância da margem, a barca era agitada pelas ondas, pois o vento era contrário. [...] Jesus veio a eles, caminhando sobre o mar. Quando os discípulos o perceberam caminhando sobre as águas, ficaram com medo: "É um fantasma!” – disseram eles [...]. Mas Jesus logo lhes disse: "Tranquilizai-vos, sou eu. Não tenhais medo!”. Pedro tomou a palavra e falou: "Senhor, se és tu, manda-me ir sobre as águas até junto de ti!”. Ele disse-lhe: "Vem!”. Pedro saiu da barca e caminhava sobre as águas ao encontro de Jesus. Mas, redobrando a violência do vento, teve medo e, começando a afundar, gritou: "Senhor, salva-me!”. No mesmo instante, Jesus estendeu-lhe a mão, segurou-o e lhe disse: "Homem de pouca fé, por que duvidaste?”. [...]

__________________________________________________________________


Comentário

Neste evangelho que a liturgia nos propõe à reflexão na memória da Dedicação das Basílicas de S. Pedro e de S. Paulo, contemplamos Jesus caminhando sobre as águas para ajudar os apóstolos a remarem. Eles, porém, ao vê-lo, pensaram que fosse um fantasma. Onde está Deus em nossa vida? Está presente por trás das adversidades pelas quais todos nós passamos cedo ou mais tarde. Ele quer que reajamos – essa decisão é muito importante – e ele nos assegura que nos dará sua força. Portanto, nada de desânimo, nos comportando como aqueles que não têm fé.
jesus-animated-gif-image-0110
Na nossa vida sempre haverá tempestades, pois as maiores não são as tempestades externas, mas as tormentas interiores. Mas o que não pode acontecer é estarmos sozinhos sem Jesus, sem companheiros de caminhada. A nossa fé sempre será provada, é assim que a gente amadurece, cresce. São tantos fantasmas no caminho, mas não podemos nos enganar e confundir a Deus. O mais importante é reconhecê-lo, manter os olhos fixos no Senhor e clamar a salvação. Ter a coragem de nadar contra maré, assumir o sofrimento e ouvir dos lábios do Senhor as Palavras da salvação:Tranqüilizai-vos, sou eu. Não tenhais medo!
Jesus repete para você agora que se encontra no meio de uma tempestade emocional, problemas financeiros, de saúde, de relacionamento conjugal, ouvindo muitas vozes e assustado por tantos fantasmas, o medo causa em nós muitos fantasmas, trava a nossa vida, nosso caminhar,  ouça a voz do Mestre dizendo pra ti:Tranqüilizai-vos, sou eu. Não tenhais medo!
Agora reze com confiança esta oração:
Senhor não me deixe perecer nas tempestades da vida, afundar nos momentos de dificuldades. Tudo fica tão escuro e confuso que eu posso até confundir o Senhor, por isso, quero manter os meus olhos fixos em Ti e não Te perder de vista, estender minhas mãos e tocar as Tuas e ouvir sempre as santas Palavras: Não tenhais medo, sou eu! Aumenta a minha fé e nos momentos de grande tribulação, quero perceber sempre a Tua presença junto de mim a me salvar. Guarda a minha vida de todo mal e perigo e principalmente de Te ofender gravemente, desejo sempre ser orientado pela tua Palavra, que é fonte de cura e libertação para mim. Amém


Sereno e Forte
É quando a minha fé balança

E aquilo que eu achava certo eu ja não acho mais

É quando o coração se cansa

E perde o pique da esperança que conduz a paz
É quando crêr em Deus fica difícil demais
E o mundo nos crucifica porque temos fé
Nessas horas eu digo e direi
Digo e direi:
Sei em quem acreditei
Nessas horas eu digo e direi
Digo e direi:
Sei em quem acreditei
É quando o coração vacila ai, ai

E aquilo que eu queria tanto eu já não quero mais

É quando o sentimento oscila ai, ai

E como por um desencanto já não crê na paz

É quando fazer o bem fica difícil demais

E a gente até se arrepende do bem que já fez
Nessas horas eu digo e direi
Digo e direi:
Sei em quem acreditei
Nessas horas eu digo e direi
Digo e direi:
Sei em quem acreditei

Nenhum comentário:

Postar um comentário