2 de jul de 2014

Meditando o Evangelho de hoje

Preparo-me para a Leitura, renovando minha fé e invocando o Espírito Santo para 
 todos os que neste espaço virtual buscam a Palavra: 
Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho!
Inspirai-me sempre aquilo que devo pensar,
aquilo que devo dizer,
como eu devo dizê-lo,
aquilo que devo calar,
aquilo que devo escrever,
como eu devo fazer,
aquilo que devo fazer, para procurar
a vossa glória, o bem das pessoas e minha própria santificação.
Ó Jesus, toda a minha confiança está em Vós.

(Cardeal Mercier)


Mateus 8:23-27:
“E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram. E eis que, no mar, se levantou uma tempestade tão grande, que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo.
E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos, que perecemos.
E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pequena fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança.
E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”

         Quantos de nós estamos vivendo como esses discípulos? Eles andavam com Jesus, contemplavam os milagres de Jesus, porém não O conhecia.
         Ao analisar essa passagem bíblica, vemos como é impossível alguém dormir em meio a uma tempestade, afinal, o barco era coberto pelas ondas, mas, a palavra diz que Jesus estava dormindo. Acredito que Jesus estava apenas querendo se fazer conhecido àqueles discípulos, pois ainda não haviam tido um encontro real com o Mestre.
         A palavra diz que eles desesperados clamaram: Salva-nos, que perecemos! E Jesus, acredito que indignado perguntou: Por que temeis, homens de pequena fé? E logo após estendeu suas mãos e repreendeu os ventos e o mar, e aqueles mesmos discípulos que andavam com Ele, que diziam conhecer Jesus, se maravilharam e disseram: Quem é este?
         Talvez você se encontre na mesma situação desses discípulos, você vai à igreja, você louva, jejua, ora e até ocupa uma função na Casa do Senhor, porém, ainda não teve um encontro real com o Mestre.
         Quero te dizer que a tempestade pode ser grande, o vento pode estar soprando forte e você pode até pensar que Jesus esta dormindo e indiferente à sua dor. Mas tenha a certeza, Jesus continua no barco e quer se revelar a você.
         Ele quer que você diga como Jó: Senhor eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos Te vêem. Jesus não quer passar por você e escutar dizendo: Quem é este homem? Mas hoje Ele quer acalmar a tempestade e iniciar uma vida de intimidade contigo.
Oração (Vida) 
O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo, pedindo ao Senhor que aumente a minha fé:
“Creio Senhor, mas aumentai a minha fé”


Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? 
Vou viver com mais convicção minha fé, na certeza de que o Mestre está sempre na minha “barca”.


Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Ir. Patrícia Silva, fsp

Nenhum comentário:

Postar um comentário